5 minutos.

1317725278-76856700

 

5 minutos.

Eu sou um guerreiro medieval muito poderoso. Não preciso de exércitos, não preciso de barganhas. Em todos os lugares que eu vou sou respeitosamente tratado, como um ídolo. Empunho um gládio forjado com pedras celestiais. Presente dos deuses, vindo através do meteorito que matou o último grande tirano.

Conquistei inúmeros impérios, dividi as terras com os pobres e as viúvas. Destruí províncias iníquas, reconstruí-as em paz. Destronei déspotas e coroei sábios anciãos.

Mas agora talvez seja a hora de enfrentar meu fim. Estou preso em uma caverna, o limbo dos monstros. Um lugar proibido em todas as galáxias.

Os antigos alertavam sobre imortais, dragões e criaturas que se alimentam da coragem dos bravos, das entranhas dos fortes e da fé dos escolhidos.

Não sei como vim parar aqui, simplesmente estou aqui.

Ruídos gradativamente se potencializam, até que sons de trovão me atordoam! A escuridão da caverna me amedronta e me faz tremer como nunca na vida. Senti como se meu coração quisesse parar para não presenciar o estrago vindouro. Eles estavam chegando, eu os escutava. Famintos e insaciáveis, cheios de fúria e impetuosos. Senti uma forte respiração atrás de mim e…

Mais 5 minutos.

Agora, estou em um mundo pós-apocalíptico. Eu quero minha casa, minha família. Eu me sinto como se estivesse abandonado a realidade. Um súbito sentimento de solidão tomou conta de mim.

O céu estava cinzento, era final da tarde. Estava calor, mas ventava muito. As ruas estavam vazias e sujas. Aquela poeira não duraria muito tempo, considerando a chuva que estava para chegar de madrugada.

Não havia energia elétrica, não havia comida. Apenas a que restou estocada nas mercearias abandonadas.

Faminto, encontrei uma biboca largada. Comida, comida! Como um animal feroz privado de alimento há três dias, devorava tudo inadvertidamente, até que um som… uma música… eu conheço essa música…

Mais 5 minutos.

Era primavera? Os campos de flores estavam repletos, vivos. Eu estava com essa menina, não sei quem é, não sei quem me lembrava. Ela era realmente linda! Eu sentia que poderia passar o resto da minha vida ali. Com ela. Pra sempre. As sensações que me permeavam eram incríveis! Posso afirmar que nunca na vida senti nada igual.

Eu estava tão seguro, tão certo.

Eu explorava o campo como se eu tivesse acabado de ganhar vida. Eu me divertia como se tudo aquilo fosse inédito, como se meus olhos nunca tivessem presenciado tanta magnificência da natureza.

Num piscar de olhos, minhas sensações se esvaiam, a garota era sugada para longe de mim, o campo morria e aquela música aumentava. Como eu odiava aquela música!

Mais 5 minutos?

A esse ponto, eu estava na minha antiga escola. Ela estava modificada, a estranheza tomou conta de mim. O tom do mundo estava todo em sépia. As crianças corriam e passavam por mim como se eu não existisse. Um tom triste tomava conta de uma criança sentada no canto.

Não era nada parecida comigo, mas eu sabia que, de alguma forma, era eu.

Quanto mais eu me aproximava, mais o corredor nos distanciava… gradualmente eu aumentava minha velocidade, até chegar o ponto de eu correr usando todo meu fôlego! Quando finalmente parecia que eu chegaria nele, eu caí num abismo.

Queria mais 5 minutos, mas desliguei a soneca.

É hora de ir para o trabalho. Na verdade, já estou atrasado.

Acordei para a vida, deixei de sonhar.

Por agora.

Hospedado também em toca dos monstros.

Anúncios
Esta entrada foi postada em Contos.

Um comentário em “5 minutos.

  1. […] Dá pra perceber que eu comecei a gostar de escrever pequenos contos, e este é um que eu adoro! 5 minutos ~ [ver post] […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s