Porcos de terno

Hoje o mundo cai.

Derrubado pela superpopulosidade, transbordando porcos de terno. Porcos que aprendem que necessitam de ter respostas imediatas para todas as perguntas. Porcos intolerantes à frustração, seres incapazes de trilhar o caminho mais custoso. Indivíduos que preferem acreditar que o a terra é quadrada à explorar os oceanos, que preferem responsabilizar processos naturais de identificação à se esforçar para melhorar um relacionamento.

Hoje o mundo chora.

Chora pela iminência de futuro néscio, necrosado e sem esperança. Futuro construído por preguiçosos, usurpadores do conhecimento. Futuro seguido de choro e imbecilidade.

Hoje o mundo corre.

Corre pela sobrevivência, perseguidos por zumbis. Zumbis intelectuais, devoradores do saber, exterminadores de dúvidas, assassinos de pensamentos. Corre contra a revolução do retrocesso. Revolução dos que preferem culpar seus deuses pela maneira que se comportam.

Hoje o mundo grita.

Mas seus gritos são diminutos. São gritos silenciosos, gritos de poucos que ainda buscam o saber que contribui para evolução. Evolução tecnológica, evolução de conhecimentos, de maneira de pensar. Enriquecimento nas relações interpessoais e formas eficientes de auto controle. Poucos ainda gritam pelo que é certo.

O mundo quer sobreviver. O mundo quer viver.

Morte à imbecilidade.

Vida longa ao conhecimento.

Anúncios
Esta entrada foi postada em Contos.

Um comentário em “Porcos de terno

  1. […] Inconformado com a falta de conhecimento, escrevi esse texto. Pena que talvez não tenha ficado tão claro quanto eu gostaria que ficasse… [ver post] […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s