Retrospectiva 2012

Retrospectiva

Apesar de clichê, parece que fazer uma retrospectiva é nostálgico. Eu nunca fui de estabelecer metas no começo do ano nem de fazer retrospectiva no final do ano, esta é a minha primeira. Contudo, ao invés de eu falar de tudo, vou dar enfoque ao blog, que é a minha paixão atualmente!

O blog é micro em conteúdo e em acessos, mas eu levo a sério tudo que escrevo aqui, e essa foi a proposta desde o início: escrever tudo de maneira séria e apaixonada.

O blog me surpreendeu! Comecei a escrever em Abril e não tenho nicho específico até agora, contudo, inesperavelmente tive até bastante interação com os leitores. E eu nem esperava leitores!

Então fechei o ano com os seguintes dados:

  • 56 comentários (sendo 17 meus)
  • 9 seguidores no blog
  • A categoria mais acessada foi Psicologia
  • Total de acessos de 7.298!

Não preciso nem dizer que a quantidade de acessos foi o que mais me surpreendeu, dentre os dados estatísticos.

Como o blog ainda tem pouco conteúdo, deu para elencar todos os posts, de acordo com o mês e fazendo uma breve apresentação deles:

Abril~

Aqui foi quando eu comecei a resenhar algumas coisas. Foi um final de tarde, eu tinha acabado de terminar Megaman X, do Super Nintendo. O zeramento do jogo foi a energia de ativação para que eu criasse o blog, então fiz um texto sobre o jogo e publiquei no recém criado blog.

A fórmula foi simples:

Paixão pelo wordpress + Vontade de ter um blog para escrever coisas + Zeramento de Megaman X = Início do Palavras Vadias.

Maio~

Foi um mês de posts bacanas! Comecei convertendo um texto acadêmico em post, sobre o filme Mentes Perigosas. É um filme antigo e atual (oi?), denuncia problemas institucionais da escola, desinteresse de professores e falta de estratégia com alunos. Super recomendo! [ver post]

Depois eu desci a lenha nos fãs xiitas que defendiam que Dexter era um psicopata e, portanto, não tinha solução. Apresentei situações na vida do personagem que contrariam essa ideia. Até hoje é um assunto polêmico. [ver post]

Sem rigor teórico e científico, apenas com mera especulação e tédio, escrevi sobre uma possível função do bocejo. Estou escrevendo isso e bocejando agora. Esse tal de Pavlov sabia das coisas! [ver post]

O post seguinte foi revoltado. Revoltado com histórias de abuso, com a capacidade de negligência das pessoas e também com a aceitação pacífica de outras. Conheci o caso da Beth Thomas, garota com sérios desvios comportamentais que havia sofrido abuso sexual quando ainda bebê. Sem contar a fome, maus tratos e desleixos que sofreu. [ver post]

Com um clima mais agradável, falei sobre neurociência! Foi um post introdutório, apresentando o nerdcast sobre o tema! Destaque para o bar experimental (SIM, BAR-LABORATÓRIO!) que estuda os efeitos placebo da cerveja sem álcool! [ver post]

Motivado por uma imagem, fiz uma adaptação de Drummond e é um texto que eu gosto muito! [ver post]

Junho~

Aparentemente Junho começou triste, rendendo “Ela era uma garota problemática”. [ver post]

E revendo os posts, eu juro que fiz cara de surpreso ao ver que eu já fiz um post sobre futebol! [ver post]

Assim como o post sobre futebol, este aqui tem uma carga de behaviorismo e é um dos meus posts preferidos do blog! Um pouco sobre autocontrole ~> [ver post]

Ainda na vibe de análises comportamentais, falei sobre Song Pop só para ter uma desculpa para a quantidade de tempo que eu passava jogando, hahaha. [ver post]

Julho~

“Limbo: Por que tão perfeito?” seguramente é um texto que eu recomendo, não pelo seu conteúdo, em si, mas mais pela introdução ao jogo, que é fantástico! E por coincidência, há dois dias eu terminei ele novamente. [ver post]

“Considerações sobre Dexter e o Senso Comum” tem uma história muito bacana! Eu li um artigo de uma prof. dr. em comunicação social, na qual ela falava sobre Dexter e a mídia. Achei bacana e publiquei uma apresentação do texto, só que antes disso, eu pedi que ela revisasse. Fiquei surpreso e feliz ao ver que ela se disponibilizou prontamente a tirar minhas dúvidas e conversar comigo sobre o tema! [ver post]

Assim como “E agora, José?”, o “Shhh!” é uma adaptação. Considero bastante triste, apesar de que talvez o texto não evidencie isso. [ver post]

Agosto~

Em processo psicoterápico e em um momento de revolta, falei um pouco sobre a mistificação da assertividade. [ver post]

Entrando em contato com contos, comecei a escrever um, que foi dividido em algumas partes, porém, nunca terminei… [ver parte 1 / ver parte 2]

Setembro~

Em Setembro eu conheci o Cinema Ilustrado, gostaria de comprar o livro um dia… [ver post]

O conto que disse acima, eu fiz a terceira parte nesse mês. [ver post]

Filme lindo, emocionante e que (impressionantemente) mexeu bastante comigo. Onde Vivem Os Monstros! Também foi a minha crítica no filmow. [ver post]

Dá pra perceber que eu comecei a gostar de escrever pequenos contos, e este é um que eu adoro! 5 minutos ~ [ver post]

Eu havia acabado de terminar a terceira temporada de A Lenda de Aang (de novo), e desta vez percebi os toques do titio Skinner no desenho! Com direito a vídeo e tudo, dá uma olhada aí. (ps.: o que mais gostei foi a imagem que eu fiz) ~ [ver post]

Uma crítica a certas auto regras que nos são ensinadas e que deveriam ser melhor pensadas, contei a história de Pedro. [ver post]

Havia muito tempo que eu não escrevia nada em verso, mas uma linda chuva em Cuiabá, uma noite triste e o computador disponível foram estímulos para A Chuva. [ver post]

Outubro~

Outubro começou triste. Uma amiga perdeu o pai, seu cristal. [ver post]

Yo soy rebelde! Mentira, mas talvez um pouco inconformado. Não sei como mudar as coisas, mas sei como elas poderiam ser! [ver post]

Volto a falar sobre o caso da menina Beth Thomas, mas agora com um enfoque mais sobre a tal psicopatia. (É o post mais acessado do blog!) [ver post]

Toc toc, umas palavras em verso. [ver post]

Novembro~

Inconformado com a falta de conhecimento, escrevi esse texto. Pena que talvez não tenha ficado tão claro quanto eu gostaria que ficasse… [ver post]

Uma homenagem a minha namorada, uma fanfic de Dexter, um post antigo que havia sido publicado no Dexter Brasil. A Passageira Sombria. [ver post]

Uma mudança de visão, quebra de preconceito e chance às contingências. Mudei minha opinião sobre academias. [ver post]

Dezembro~

Foi um mês agitado no blog! Primeiramente, com apologia ao silêncio! [ver post]

Agora com um Zé Ninguém e sua vida frustrada, em prol dos demais. [ver post]

Uma reflexão sobre a vida (?). Parece meio idiota agora, falando sobre o texto. Mas eu juro que quando o escrevi, fazia sentido! [ver post]

Esse texto é bem “ich habbe keine lust”. Seria isso a depressão? [ver post]

Por que assistir Sons of Anarchy? Sério, vocês precisam assistir. [ver post]

E fecho o ano com uma resenha, minha primeira resenha de algum livro. O livro escolhido foi Cantiga de Ninar, do Chuck Palahniuk, meu autor favorito. Espero que seja a primeira de muitas! [ver post]

Espero que 2013 renda posts melhores. rs

Obrigado a todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s