Torto

Um poço de medo
Uma caixa vazia
Um coração carregado
Dum fardo que não se via

Alguém obsoleto
Quem diria
Que aquele menino desajeitado
Era gauche e nem sabia

Talvez ainda não saiba
Descreve sem fazer
Faz sem querer
Inconsequente ser

Um poço de insegurança
Uma caixa rasgada
Um coração desolado
Uma escolha errada

Aquele menino que era torto
Caiu no chão e se deixou

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s